CASO CLÍNICO

Paciente T.F.S., 25 anos, sexo feminino.
Queixas:
– Dor lombar persistente;
– Dor eventual em cicatriz cirúrgica cesárea.

Antecedente:
Histórico de cirurgia cesárea há aproximadamente quatro anos.

Exame Físico:
Dor à palpação em T4-T5-T6, L4-L5, músculo psoas e “fisgada” em cicatriz cirúrgica.

Testes utilizados em Coluna Lombar:
– Polegares ascendentes: disfunção a esquerda
– Mitchell: posterioridade desaparece em extensão (ERS) L4

Testes utilizados em Coluna Torácica:
– Quick Scanning: dor e diminuição de mobilidade em vértebras torácicas
– Inspeção do movimento de flexão em perfil: Disfunção em flexão

Tratamento:
– Liberação em stretching de cicatriz cirurgia;
– Liberação diafragmática;
– Liberação miofascial em região abdominal;
– Técnica de Jones em M. psoas;
– Traços miofasciais para M. psoas e M. quadrado lombar;
– Manipulação em rotação para vértebra lombar;
– Manipulação em DOG para vértebras torácicas.

Resultados pós-tratamento:
– Relaxamento corporal;
– Alívio da dor lombar;
– Redução de cólicas menstruais.

*Atendimento realizado pelo aluno Leonardo Nunes Lopes Campos, da turma II de Formação Completa em Osteopatia de Vitória da Conquista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *